ISCET
LICENCIATURA em TURISMO

O Turismo é um pilar do crescimento nacional e mundial e uma fonte segura de emprego.

Apresentação do curso

A licenciatura em Turismo oferece uma sólida formação, preparando quadros profissionais capazes de darem resposta aos crescentes desafios de rentabilidade e competitividade global de uma indústria que representa atualmente cerca de 10% do PIB mundial, 11% do PIB nacional e 10% do emprego em Portugal. O turismo usufrui, por isso, de particular importância estratégica. Porém, num clima global de mudanças rápidas é cada vez mais incontornável a necessidade de reinventar e transformar o turismo em Portugal, mudança que envolve um elevado e diversificado número de atores. Entre estes, nomeadamente profissionais que, para isso, devem ser detentores de competências práticas abrangentes e cientificamente fundamentadas acerca da complexidade e tendências da atividade turística.

Despacho n.º 23 987/2006, IIª Série, de 23 de novembro, alterado pelos Avisos n.º14778/2011, IIª Série, de 25 de julho, n.º 9185/2014, IIª Série, de 11 de agosto e nº11115/2015, IIª Série, de 1 de outubro.

Licenciatura Acreditada

A Licenciatura em Turismo é acreditada pela Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior (A3ES), agência nacional que garante os parâmetros de qualidade do ensino superior em Portugal.

Cursos relacionados

Dupla licenciatura em Turismo + Marketing e Publicidade

Dupla licenciatura em Marketing e Publicidade + Turismo

Curso Técnico Superior Profissional em Itinerários Turísticos e Promoção do Património

Curso Técnico Superior Profissional em Gestão Hoteleira e Alojamento

Pós-graduação em Turismo e Gestão Hoteleira

Pós-graduação em Marketing Turístico

Mestrado em Turismo e Desenvolvimento de Negócios

Competências profissionais e estratégias de formação

• Capacidade para identificar problemas e apresentar soluções no âmbito das tomadas de decisão, gestão de projetos e desenvolvimento de políticas estratégicas e operacionais na fileira do turismo;

• Aptidão de análise, planeamento, avaliação e implementação de iniciativas empreendedoras nas áreas do turismo;

• Participação em atividades de pesquisa e de intervenção com impacto real na economia e na comunidade;

• Uso eficaz das tecnologias de informação e comunicação;

• Capacidade para formulação de planos de negócio e criação do próprio emprego;

• Experiência profissional de base proporcionada pelos estágios curriculares desenvolvidos por protocolos com empresas e outras organizações de grande prestígio nos respetivos setores;

• Integração a nível internacional com as oportunidades de mobilidade oferecidas pelas redes de instituições que o ISCET integra, designadamente a rede Erasmus.

Iniciativas internas

CHIP - Grupo de investigação do ISCET

Observatório do Turismo

Licenciatura reconhecida pelo Turismo de Portugal

turismo de portugal

Duração: 
6 Semestres / 3 anos
Coordenador: 
Jorge Ricardo Ferreira Pinto

Coordenador de Curso Licenciado, mestre e doutor em Geografia pela FLUP. Tem desenvolvido investigação científica nas áreas da história e da geografia do turismo, da morfologia e história urbana, do património e da geografia social. È investigador no Centro de...

  • Plano de Estudos
  • Empregabilidade
  • Condições de Acesso
  • Propinas
  • Candidatura Online
  • Locais de estágio
Semestre 1
Disciplinas Horas/Semana ECTS
Economia do Turismo 3 6,0

Esta unidade curricular pretende transmitir conhecimentos práticos que, sendo explicados e justificados teoricamente, constituam verdadeiros instrumentos e ferramentas para o desenvolvimento das capacidades de análise económica do fenómeno turístico, com destaque para os respetivos impactos económicos.

Inglês I 3 4,5

Reconhecer e compreender a diversidade linguística e cultural, de modo a envolver-se discursivamente e perceber possibilidades de construção de significados em relação ao mundo e ao quotidiano; desenvolver as aptidões linguísticas do estudante: speaking, listening, reading, writing; aprofundar o léxico, a fluência e a competência comunicativa; consolidar os conhecimentos das estruturas essenciais da língua e encorajar a utilização da língua com confiança. Nesta unidade curricular são desenvolvidos temas relacionados com a importância da língua inglesa no mundo e em particular no mundo laboral, a par da diversidade cultural, da globalização, das viagens e dos meios de transporte.

Introdução ao Turismo 3 4,5

A evolução do turismo nas últimas décadas do século XX e inícios deste século tem vindo a revolucionar a economia e a vida social das populações, criando uma dinâmica muito relevante ao lado das mais importantes atividades. Na unidade curricular de Introdução ao Turismo são abordados os temas centrais ligados ao turismo, como a importância do mesmo no desenvolvimento das regiões, os impactos gerados e a evolução e tendências desta atividade.

Marketing de Serviços 3 4,5

A disciplina de Marketing de Serviços em Turismo pretende fornecer um quadro conceptual e ferramentas para a análise, tomada de decisão e implementação de aspetos inerentes à gestão de marketing de bens de elevado grau de intangibilidade ligados à indústria do turismo.

Métodos Quantitativos 3 6,0

A uc de Métodos Quantitativos permite o desenvolvimento da capacidade de raciocínio, espírito crítico e poder de síntese, incentivando a utilização fundamentada dos conceitos e técnicas estudados na resolução de problemas concretos de gestão, marketing e turismo. Familiariza os alunos com instrumentos de gestão, mediante uma introdução de matérias de análise de dados e técnicas de análise quantitativa e, conhecendo os elementos fundamentais em que esta assenta, sendo capazes de proceder ao seu uso na resolução de problemas práticos.

Tecnologias de Informação e Comunicação Aplicadas ao Turismo 3 4,5

O domínio das tecnologias e sistemas de informação é hoje uma competência chave requerida em todos os profissionais ligados á indústria do Turismo. Seja na gestão de operações, seja no marketing ou venda de produtos turísticos, o domínio dos sistemas de informação constitui um fator crítico de sucesso na sobrevivência das empresas, determinante para a sua presença, com sucesso, num mercado altamente competitivo, em Portugal amplamente populado por empresas de pequena dimensão. A unidade curricular de Tecnologias e Sistema de Informação e Comunicação ensina os fundamentos de sistemas de informação, a forma como eles estão hoje presentes nas empresas do turismo, o peso determinante que exercem nas suas cadeias de distribuição e fornecimento. Prepara ainda os alunos na utilização das ferramentas de burótica necessárias na operação duma empresa de turismo.

Semestre 2
Disciplinas Horas/Semana ECTS
Comportamento Organizacional 3 4,5

O estudo do Comportamento Organizacional permite conhecer e interpretar todas as características individuais e grupais de uma organização, permitindo, deste modo, trabalhar, para que se possa atingir um melhor desempenho da organização quer em termos produtivos, quer em termos sociais.

Eventos e Animação Turística 3 6,0

O mercado dos eventos constitui uma forte aposta como fator de desenvolvimento turístico. Na unidade curricular de Eventos e Animação Turística, os estudantes são levados a perceber este mercado, como funciona a organização, promoção, captação e supervisão dos mesmos. É proporcionada ainda a aquisição de conhecimentos sobre regras e técnicas de programas de animação turística, capacidades e perfil exigido a um animador turístico e regras de trabalho em equipa.

Geografia do Turismo 3 4,5

Sendo o turismo o conjunto das actividades que envolvem a deslocação de pessoas de um lugar para outro, a relação entre o turismo e a geografia, ciência que estuda os lugares, é necessariamente decisiva para a compreensão do fenómeno turístico e para um correcto aproveitamento e ocupação do espaço pela actividade turística. Na unidade curricular de Geografia do Turismo são abordados temas relacionados com a vertente física da geografia, como o clima, a geomorfologia ou a hidrografia, mas sobretudo com a sua componente humana, ligada à demografia, à urbanização ou ao desenvolvimento e ordenamento turístico.

Inglês II 3 4,5

Familiarizar os estudantes com vocabulário na área do turismo; desenvolver a fluência e a expressão oral; a capacidade de organização de informação; saber comunicar a nível pessoal e profissional através de diálogos, relatos e debates; desenvolver capacidades de investigação.

Nesta unidade curricular são abordados temas relacionadas com a geografia dos países e respetivos recursos turísticos, os eventos e o desenvolvimento de destinos e as diferentes carreiras profissionais na área do turismo, nomeadamente, funções, atitudes e competências.

Introdução à Gestão 3 6,0

A compreensão do ambiente de negócios e o esforço de manter os diferentes subsistemas num esforço de cooperação é actualmente um dos grandes desafios dos gestores. A necessidade de responder às constantes mudanças, exige uma elevada capacidade de adaptação, obrigando a organização a desenhar a configuração mais adequada da sua estrutura, processos e relações, de forma a garantir a manutenção da sua vantagem competitiva.

A unidade curricular de Introdução à Gestão está centrada na atividade e perfil do gestor de empresas, dando ao mesmo tempo destaque às funções de gestão e à avaliação de investimentos empresariais com o objectivo de suportar a tomada de decisão.

Património e Turismo Cultural 3 4,5

Ao longo da leccionação desta unidade curricular procura-se formar o estudante, quer no plano teórico, quer no domínio prático, para as questões básicas que subjazem à atividade turística. Assim, o diálogo abre-se através das noções chave como cultura (e correlativas), considerando-se que Portugal se insere num quadro maior, que é o europeu e ocidental, mas que possui características próprias, que lhe conferem identidade.

Aborda-se, numa perspectiva crítica e diacrónica, o fenómeno turístico no mundo e em Portugal, destacando-se a sua relevância económico-social e cultural.

A unidade curricular encerra-se focando o património, tanto no plano teórico-crítico, como no domínio prático. Para isso, propõem-se conceitos, vivências, observações “in loco”, através das quais os estudantes devem saber situar-se adequadamente, no tempo e no espaço, fornecendo aos interessados os elementos básicos para as “leituras” individuais que cada potencial turista elaborará para si mesmo.

Semestre 3
Disciplinas Horas/Semana ECTS
Direito do Turismo 3 6,0

O Direito do Turismo é constituído pelo conjunto de normas jurídicas relativas ao turismo, como atividade económica transversal. Nesta unidade curricular são abordados, nomeadamente, temas como a organização administrativa do setor do Turismo, a tipologia dos empreendimentos turísticos e respetivo regime de instalação e funcionamento, regime de instalação e funcionamento dos estabelecimentos de bebidas e restauração, o contrato de viagem organizada, o provedor do cliente, o direito reclamacional.

Espanhol I 3 4,5

Atualmente, o espanhol é a terceira língua estrangeira mais falada no mundo, perdendo apenas para o mandarim e para o inglês. Saber espanhol é poder conhecer um mundo que entusiasma, seja pela sua música ou seus filmes, seja pela sua gastronomia ou pela cultura hispânica tão rica e diversa. Além disso, saber espanhol para os nossos alunos será sempre uma grande vantagem para o seu futuro trabalho no mercado ibero-americano, permitindo assim melhorar as suas expectativas profissionais.

Estudos de Mercado e do Consumidor 3 4,5

Os estudos de mercado são uma ferramenta de grande importância para qualquer empresa que pretenda verdadeiramente desenvolver-se. É através dos estudos de mercado que se obtém uma visão ampla e, ao mesmo tempo, específica sobre “o que fazer a seguir”, no sentido de se atingirem os objetivos desejados. Com os estudos de mercado, a empresa passa a conhecer-se melhor, fazendo uma procura de informações sobre ela própria, o que oferece, o seu público-alvo, e as necessidades de melhoria na sua estrutura, não deixando de incluir-se aqui o confronto com a concorrência.

Gestão e Técnicas de Agências de Viagens 3 6,0

Percorre os principais aspetos associados à gestão e técnicas das agências de viagens. Analisa, estuda, aplica as práticas e regras relacionadas e desenvolvidas no âmbito da atividade turística. Conhecimento da realidade das agências de viagens, nomeadamente através do desempenho relacionado com as operações mais frequentes neste tipo de empresa. Pretende que o aluno potencie e assuma uma atitude empreendedora, adquirindo capacidade de formular projetos empresariais, como alternativa ao mercado tradicional de trabalho.

Inglês III 3 4,5

Apetrechar os estudantes de vocabulário técnico na área do Turismo, compreender os conceitos chave através de textos, de elaboração e apresentação de diálogos, trabalhos, visitas de estudo e debates. Os temas abordados pretendem dotar os estudantes de conhecimentos e adquirir competências profissionais nos setores das agências de viagens, dos aeroportos, dos hotéis e dos restaurantes.

Técnicas de Alimentação e Bebidas 3 4,5
Semestre 4
Disciplinas Horas/Semana ECTS
Desenvolvimento de Destinos e Gestão de Novos Produtos Turísticos 4 6,0

O emergir da consciência da pública, da população local e dos grupos de interesse, preocupados com os impactos negativos do turismo, percebidos na comunidade local, conduziu a um aumento de planeamento em turismo aos diferentes níveis, acreditando que o planeamento em turismo ajudaria a minimizar tais impactos.

Por outro lado, a procura de planeamento turístico pelo sector público também foi impulsionada por parte dos poderes públicos, ao perceberem as mudanças no mercado turístico e a necessidade das políticas governamentais responderem aos problemas de reestruturação económica nas zonas urbanas e rurais.

Neste contexto, o conhecimento profundo dos processos, modelos e técnicas de planeamento em turismo, associado ao desenvolvimento do turismo sustentado contribuirão para garantir a sustentabilidade ambiental, económica e sócio-cultural das gerações futuras.

Esta unidade curricular trata os principais conceitos ligados ao planeamento e desenvolvimento do turismo, com destaque para o ordenamento, os planos e os modelos de planeamento e desenvolvimento turístico. Estuda as boas práticas nacionais e internacionais do planeamento de destinos. Analisa ainda a criação e a gestão de produtos turísticos nos destinos.

Gestão de Vendas e Negociação 3 4,5

Saber negociar e posicionar-se face a um comprador ou vendedor é factor que pode viabilizar ou impedir um negócio. Uma boa negociação vai para além da postura e forma de abordagem a praticar. É muito importante conhecer o produto, a forma de concepção do mesmo, a sua definição do preço, as vendas históricas, actuais e objectivos futuros. Sem todas estas bases, um vendedor ou comprador não dispõe de informação suficiente para a realização de um bom negócio, ou seja, de um negócio que proporcione lucro.

Nesta disciplina são abordados temas, entre outros, como: Força de Vendas, Gestão de Produto, Tendências e Benchmarks, Composição de Preço: Markup Vs Margem, Gestão de Vendas, Analise de Vendas (VB, VL, RH, L4L), Negociação, Linguagem Corporal e Micro Expressões, Riscos em Negociação, Estratégias e táticas Negociais.

Inglês IV 3 4,5

Saber utilizar o idioma Inglês em todos os contextos, obter um nível de proficiência operacional eficaz, participar ativamente em diálogos, saber dar informações e organizar percursos e redigir relatórios, cartas e anúncios de carácter profissional. Os temas abordados refletem as exigências profissionais relacionadas com a informação turística, a organização de itinerários, a gastronomia e o empreendedorismo.

Operações de Alojamento em Hotelaria 3 4,5

Na gestão e operações hoteleiras nos dias de hoje, devemos estar preparados para responder às novas tendências na hotelaria, ao comportamento do consumidor, a funções emergentes e a novas realidades de distribuição online, bem como ao momento de transformação da hotelaria nacional e aos desafios que enfrenta.

Na uc de Operações de Alojamento em Hotelaria são abordados temas como as especificidades da gestão hoteleira, a cadeia de valor numa organização hoteleira, os principais departamentos de uma organização hoteleira, os diferentes processos, meios e recursos na hotelaria, os principais players na industria hoteleira, e os principais segmentos de mercado que as suas marcas servem, as novas arquitecturas e/ou molduras de gestão hoteleira.

Planeamento e Desenvolvimento Territorial 3 4,5

A viagem implica a descoberta de novos e diferentes lugares e cada lugar é consequência do cenário físico em que se desenvolveu e da cultura que o transformou. A unidade curricular de Planeamento e Desenvolvimento Territorial tem como temas essenciais a compreensão da evolução dos lugares, a identificação dos modelos de planeamento territorial e e o conhecimento dos instrumentos de planeamento e ordenamento territorial à disposição do empreendedor e dos organismos públicos.

Rotas e Itinerários Turísticos 3 6,0

A comunicação em turismo e a criação de conteúdos que levarão os turistas a fruir pelos diversos territórios deve ser uma preocupação estratégica na elaboração de Rotas e Itinerários.

Na Unidade Curricular de Rotas e Itinerários Turísticos, desenvolve-se metodologias para a elaboração destes produtos e prepara-se, ainda, o futuro técnico de turismo a conduzir o turista em qualquer meio geográfico, primando-se pelas visitas de estudo, onde contactam com situações reais.

Semestre 5
Disciplinas Horas/Semana ECTS
Empreendedorismo 3 4,5

O empreendedorismo e o espírito empreendedor são hoje lugares comuns na comunicação e nas políticas de desenvolvimento social e económico. A exemplo de outras universidades de referência, o ISCET inclui esta disciplina curricular com o objetivo de sensibilizar os alunos para uma via alternativa ao mercado do emprego, e para a qual importa conhecer o papel do empreendedor, os requisitos para empreender, as condições que favorecem a criação de novos negócios, e adquirir competências que permitam analisar e validar conceitos, simular projeções operacionais, económicas e financeiras, e definir estratégias de negócio com potencial de viabilidade, crescimento, sustentabilidade e rendibilidade.

Espanhol II 3 4,5

A disciplina de Língua Estrangeira Espanhol II vem consolidar o nivel de aprendizagem A-1 para adquirir as competências comunicativas de grau A-2 com um dominio do vocabulário técnico profissional e às capacidades linguísticas propiás da área do Turismo, preparando aos nossos alunos como verdadeiros profissionais capazes de darem uma resposta eficaz nas suas futuras atividades turísticas e hoteleiras.

Gestão de Inovação e Projetos 3 4,5

Esta disciplina tem por objetivo a sensibilização dos estudantes para os processos de inovação e para a importância de que se reveste a gestão de inovação e projetos, proporcionar conhecimentos e técnicas de formulação, planeamento e gestão de projetos, nomeadamente o âmbito, o tempo, os custos, o risco e a qualidade, que são hoje, reconhecidamente, competências transversais cada vez mais exigidas pelas empresas.

Marketing Digital 3 6,0

O Marketing Digital veio modificar radicalmente a forma como as pessoas e as organizações comunicam entre si, sendo absolutamente incontornável o caminho da digitalização das relações entre as empresas e os consumidores.

Na disciplina de Marketing Digital do ISCET, são abordados temas como a estratégia de comunicação digital, Search Engine Marketing, E-mail marketing, mobile marketing e Social Media Marketing.

Organização e Gestão de Empreendimentos Turísticos 3 4,5

A importância da organização e gestão de empresas no sector do turismo numa envolvente de constante mudança tem-se revelado uma variável critica de sucesso. Um profundo conhecimento dos movimentos e fluxos turísticos, a compreensão dos comportamentos do consumidor, o conhecimento dos perfis e dos distintos segmentos, bem como a informação sobre as tendências, têm permitido às organizações suportar as suas decisões de investimento.

Por outro lado, uma noção profunda do funcionamento dos empreendimentos turísticos ancorado na respectiva estrutura e nos distintos subsistemas funcionais, garantem, no longo prazo, uma resposta mais efectiva aos desafios da organização e da gestão, nomeadamente, no contexto da produtividade, qualidade de serviço, preservação e sustentabilidade.

Esta unidade curricular da Licenciatura em Turismo percorre os principais conceitos da gestão de empreendimentos turísticos, analisa a envolvente global da actividade turística, estudas as funções de gestão aplicadas à actividade e o processo de organização e gestão de empreendimentos turísticos

Turismo da Natureza 4 6,0
Semestre 6
Disciplinas Horas/Semana ECTS
Estágio 21
Projeto 7,5
Seminário em Tendências do Turismo e Hotelaria 2 1,5

A unidade curricular de Seminário em Turismo tem como principal missão contribuir para aproximar os estudantes de temas, iniciativas, projectos e empresas que se desenvolvam no exterior da instituição para permitir uma maior integração ao mercado de trabalho e o alargar das temáticas de investigação em turismo. A unidade curricular é composta por uma fase de palestras proferidas por profissionais do sector, académicos reputados, empreendedores ou técnicos em organismos públicos que partilham a sua experiência com os discentes, contribuindo para um reflexão que originará a realização de um artigo científico a ser publicado em revista da especialidade.

O(a)s licenciado(a)s no curso de Turismo pelo ISCET podem exercer profissões com diversos perfis.

Podem exercer a sua atividade profissional apostando na criação de novos projetos capazes de gerar o seu próprio negócio e emprego, tendo por base produtos turísticos com elevado potencial em Portugal em áreas como:
• Turismo urbano (city e short break);
• Turismo de negócios;
• Turismo de saúde e bem estar;
• Turismo náutico;
• Turismo de golfe;
• Gastronomia e vinhos;
• Turismo cultural e de natureza.

Constituem saídas profissionais deste curso, nomeadamente:

• Hotéis, resorts e outras tipologias de empreendimentos turísticos;
• Restaurantes, catering e empresas de organização de eventos;
• Empresas de consultadoria na área do turismo;
• Organizações produtoras de conteúdos turísticos e de prestação de serviços de itinerários e guias;
• Organizações públicas ligadas ao turismo;
• Agências de viagens, operadores turísticos e rent-a-car;
• Aeroportos, companhias aéreas e empresas de cruzeiros.

 

 

 

  • 12º Ano
  • +23 Anos
  • Transferência
  • CET / CTSP
  • Regime de Disciplinas Isoladas

Para iniciar o processo, através do 12º ano de escolaridade + prova de ingresso (uma de entre as seguintes disciplinas: Economia, Geografia ou Português), o(a) candidato(a) deverá apresentar a seguinte documentação original:

Cartão de cidadão (ou bilhete de identidade e Número de Identificação Fiscal)

Certificado de Habilitações (Ensino Secundário ou equivalente)

Ficha ENES (comprovativo com as notas dos exames nacionais)

Para iniciar o processo, através de Maiores de 23 (Decreto-Lei n.º 64/2006, de 21 de março) o(a) candidato(a) deverá apresentar a seguinte documentação original:

Cartão de cidadão (ou bilhete de identidade e Número de Identificação Fiscal)

Curriculum Vitae

Certificado de Habilitações

Para iniciar o processo, através de Transferência de Instituição de Ensino Superior o(a) candidato(a) deverá apresentar a seguinte documentação original:

Cartão de cidadão (ou bilhete de identidade e Número de Identificação Fiscal)

Certificado de Habilitações ou Declaração de Inscrição (do anterior Estabelecimento de Ensino Superior) 

Comprovativo do Modo de Ingresso (Ficha ENES; Exames Maiores de 23 Anos; outro)

Se tem o Diploma de Estudos Tecnológicos (CET) ou de um Curso Técnico Superior Profissional (CTSP)? Neste casos, deverá apresentar os seguintes documentos:

Cartão de cidadão (ou bilhete de identidade e Número de Identificação Fiscal)

Certificado de Habilitações 

Possibilidade de inscrição no regime de unidades curriculares singulares do plano de estudos (Decreto-Lei n.º 74/2006 de 24 de março alterado pelo Decreto-Lei nº 115/2013 de 7 de agosto).

Para iniciar o processo, o(a) candidato(a) deverá apresentar a seguinte documentação original:

Cartão de Cidadão (ou Bilhete de Identidade e Cartão de Contribuinte)

CANDIDATURA

€132 (Até 14 de julho beneficia de 20% de desconto)

€ 165 (A partir de 14 de julho)
 

MATRÍCULA/INSCRIÇÃO   

€ 195.5 (Até 8 de agosto beneficia de 15% de desconto)

€ 230 (A partir de 8 de agosto)   
 

€ 25 Seguro escolar (anual)

 

PROPINAS

€ 275 - Valor mensal de 11 prestações, setembro a julho

€ 2.873,75 - Pronto pagamento (Beneficia de 5% de desconto)

 

FINANCIAMENTO

Linha de financiamento para empréstimos aos estudantes do ensino superior Crédito para Estudantes do Ensino Superior com Garantia Mútua.

 

BOLSAS DE ESTUDO

O(A)s estudantes do ISCET poderão candidatar-se ao Sistema de Bolsas de Estudo através da DSAE - Direção de Serviços de Apoio ao Estudante.

Para mais informações clique em Candidatura Online.

 

Agência de Viagens Abreu

Agência de Viagens Ecotours

Agência de Viagens Rotas e Destinos

Agência de Viagens Valpi

Agência de Viagens Vigemac

Aqua Hotel Ovar

Best Western Hotel Inca

Boavista Bessa Hotel

Câmara Municipal da Maia

Câmara Municipal de Penafiel

Câmara Municipal do Porto

Grande Hotel de Paris

Grande Hotel do Porto

GROUNDFORCE

Hotel B&B

Hotel Crowne Plaza

Hotel do Teatro

Hotel Eurostars das Artes

Hotel Fenix

Hotel IBIS

Hotel Infante Sagres

Hotel Intercontinental

Hotel Ipanema Park

Hotel Ipanema Porto

Hotel Novotel

Hotel Porto Palácio Congress Hotel and Spa

Hotel The Yeatman

Hotel Tiara

Hotel Tuela

Living Tours

Porto Palácio Hotel

Porto Tours

PORTWAY

Santa Maria Park Hotel

Sheraton Porto Hotel & Spa

TAP

Tattva Hostel

Tiara Hotel

Turismo de Portugal - Aeroporto

Pedido de Informações