Este site utiliza cookies para ajudar a disponibilizar os respetivos serviços e analisar o tráfego. As informações sobre a sua utilização deste site são partilhadas com a Google. Ao utilizar este site, concorda que o mesmo utilize cookies.

A “Movida” na Baixa do Porto

O estudo desenvolvido pelo ISCET - Instituto Superior de Ciências Empresariais e de Turismo, no ano 2015, teve como principal objetivo contribuir para a caracterização do perfil, motivações e perceções do visitante que frequenta a “movida” da Baixa do Porto.

Principais conclusões:

- Turistas nacionais 50% e estrangeiros 50%.

- 24 os países de origem, especial destaque: Espanha, Inglaterra, Brasil, Alemanha, Holanda, China e Itália.

- Perfil do turista estrangeiro: 60% masculino, 40% feminino. 60% tem idade compreendida entre os 19 e os 40 anos e 32% entre os 41 e 60 anos.

- Os turistas estrangeiros visitam a cidade do Porto para passar férias (63,5%), visitar amigos (9%) ou estudar (8,3%). Poucos visitam o Porto com intuito específico de frequentar a movida da Baixa do Porto (1,9%).

- Cerca de metade pernoita de 2 a 4 noites e aloja-se em hotéis (50%) ou hosteis (19%)

- Deslocam-se à baixa a pé (35%), de carro próprio (19,2%) ou de transportes públicos (metro – 10,3% e autocarro – 7,1%) ou de taxi (7,3%)

- Cerca de 61% visita a baixa pela primeira vez e 77% vem acompanhado pela família ou amigos.

- Os gastos de consumo na baixa do porto estão equitativamente dividido em 3 categorias: até 50€, de 50 a 100€ e de 100 a 500€ só 2% gasta mais de 500 €, o que poderá traduzir o facto de que só uma pequena parte fica alojada na zona.

- 50% planeia a viagem através da internet e cerca 50% veio até à Baixa do Porto para apreciar o património e arquitectura do território ( 23%) ou para frequentar os restaurantes e bares (29%). Cerca de 31% passaram por acaso.

- Maioritariamente estão muito satisfeitos com a experiência (Variedade de experiências, Preço, Qualidade da oferta, Originalidade, Acolhimento e Segurança).

- Aspecto mais positivo é o acolhimento e o menos positivo o preço e a segurança.

 - A melhorar: a limpeza e segurança.

- Sugestões de animação da zona: concertos de música, dança, animação de rua e conhecer a história do património local.